Notícias, vida social, cultura e economia do distrito de Leiria
Segunda-feira, 4 de Junho de 2007
Figueira da Foz mais perto de Leiria e Marinha Grande

O primeiro troço da A17, auto-estrada que ligará a Marinha Grande a Mira, a partir de 2008, foi inaugurado no domingo. A via permite, para já, circular entre a Marinha Grande e Louriçal, no concelho de Pombal. Uma extensão de 32 quilómetros que beneficiará milhares de condutores obrigados, até agora, a viajar na congestionada e perigosa EN 109, entre Leiria e Figueira da Foz.

A segurança da nova via foi um dos pontos sublinhados pelo ministro das Obras Públicas. Mário Lino esteve presente na cerimónia de inauguração e foi bombardeado pela presidente da Câmara de Leiria, Isabel Damasceno, que considerou que a obra chegou “muito atrasada”, prejudicando o desenvolvimento de uma região rica em PMEs.

A autarca alertou ainda o ministro para a necessidade de construir uma ligação rápida entre as auto-estradas A1 e A8, o IC36, via prometida há uma década e nunca construída. Isabel Damasceno aproveitou ainda a presença dos órgãos de comunicação nacional para dar o seu apoio público á construção de um novo aeroporto na Ota.

Mário Lino, por seu turno, num discurso muito marcado pelo discurso político oficial do Governo, assegurou que o estudo de impacto ambiental para a construção do IC36 vai avançar ainda durante o mês de Junho e sublinhou que os investimentos na região nunca se vergarão às escolhas politico-partidárias.

No total, a A17 deverá custar 613 milhões de euros. O troço ontem aberto ao tráfego rondou os 190 milhões de euros. A portagem entre Louriçal e Leiria custa cerca de 2.5 euros.

Polémica marca obra

Os trabalhos de construção, foram marcados por muita contestação de moradores e autarcas que consideram que a obra avançou sem serem acauteladas medidas básicas de segurança, cortou localidades ao meio e condicionou a circulação em vias muito utilizadas.

Foi o caso de um túnel na localidade de Bajouca, Leiria, cuja largura não permitia, simultaneamente, a circulação de peões e veículos. Depois de uma vigília promovida pelos moradores junto à obra, a Câmara de Leiria e a Estradas de Portugal chegaram a um acordo que previa a ampliação do túnel, com a autarquia a suportar os custos.





1 comentário:
De Anónimo a 5 de Junho de 2007 às 16:20
http://jornalices.blogspot.com/


Comentar post

pesquisar
 
Julho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Posts recentes

Revolução à vista com meg...

Óbidos: A surpresa nas 7 ...

Culturall Esplanada inaug...

O preço de ser uma maravi...

Estrada Atlântica pronta ...

Leirisport admite estrago...

Reclusos ajudam professor...

GPS faz festa da espeleol...

Campus de Justiça a cami...

Figueira da Foz mais pert...

Arquivos

Julho 2007

Junho 2007

tags

todas as tags

Links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds